Antigo Novo

Vigilância conclui Avaliação de Densidade Larvária

 DSC 8397
     A Vigilância Ambiental encerrou na última semana, a atividade de Avaliação de Densidade Larvária (ADL) e o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), que abrangeu 7 regiões da cidade, após análise das amostras de larvas coletadas pelos agentes de controle de vetores, nos imóveis. O resultado foi de 0,33%, índice classificado como Satisfatório, de acordo com o Ministério da Saúde (MS) e se comparado ao de janeiro deste ano, que foi de Alerta.
     Esse trabalho de campo foi desenvolvido, ao longo de todo o mês de outubro, por agentes da unidade. O índice é calculado relacionando imóveis positivos (com larvas) e pesquisados (visitados), ou seja, dentre os 4.200 imóveis trabalhados pelos agentes, foram encontradas larvas do mosquito Aedes aegypti, em 14 imóveis (0,33%). Os números são classificados entre satisfatório (abaixo de 1%), alerta (de 1% até 3,9%) e alto risco (igual ou acima de 4%).
     Outro índice analisado foi o de imóveis com focos do vetor, àqueles nos quais foram encontrados recipientes, que o mosquito pode proliferar. O resultado foi 0,4%, que também reduziu se comparado ao de janeiro deste ano (1,9%). Os recipientes mais encontrados foram prato/pingadeira de vaso de planta; balde/regador; lata/frasco/plástico utilizáveis e garrafas retornáveis.
 
Recomendações 
     A Vigilância Ambiental ressalta que medidas simples podem ser realizadas pelos moradores, como furar os pratos/pingadeira de vasos de plantas ou preencherem até a borda com areia; o balde que tem a função de regador ou de armazenar água para as plantas, pode ficar com a boca para baixo, quando está sem água e protegido com uma tela mosqueteira, lençol ou toalha quando está armazenando água, vedando a parte de cima para que a fêmea do mosquito não deposite ovos; armazenar lata/frasco/plástico utilizáveis e garrafas retornáveis virados para baixo e em local coberto.
     A equipe de controle de vetores continua realizando a atividade de campo, buscando identificar e eliminar os criadouros em áreas com risco de transmissão de dengue, ou seja, nos locais em que há notificação de casos de dengue e conta com o apoio de toda população. 
     Como estratégia para a eliminação de criadouros e prevenção do risco de transmissão do vírus, nas áreas identificadas com maior índice de recipientes existentes e de positividade para larvas de Aedes aegypti, será realizado um arrastão, organizado pela Vigilância Ambiental, com foco na coleta de potenciais criadouros.
     As áreas e datas estão sendo definidas pela equipe técnica e a gestão da Vigilância. A previsão é que a ação deve decorrer este mês, com prévia divulgação para que os moradores possam participar e ajudar nesse processo. Situações suspeitas, com a presença de larvas podem ser comunicadas pelo telefone (16) 3711-9408.

Vigilância Ambiental realiza Avaliação de Densidade Larvária

 DSC 8419
     A Vigilância Ambiental de Franca está com as equipes de agentes de vetores nas ruas, realizando a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), coletando água em residências e comércio, para posterior análise e verificação dos locais, em que a situação merece maior atenção. Nesse sentido, é importante que cada morador auxilie nesse trabalho, facilitando ao agente (devidamente identificado), o acesso aos locais, onde está reforçando as orientações e cuidados a serem adotados para o combate a dengue.
     Em Franca, o trabalho foi iniciado na última segunda-feira, 3 e irá prosseguir até esta semana.
     Os números de 6.994 casos positivos de dengue divulgados essa semana pela Vigilância Ambiental, atestam a necessidade de todos se manterem em alerta e ajudando os agentes no trabalho preventivo. 
     A área de Controle de Endemias da Secretaria de Saúde tem como meta estabelecida, visitar 4,2 mil residências até o final do mês, distribuídas em 7 regiões (determinadas com base no censo demográfico), onde é necessário num quadrante determinado, acessar os imóveis e realizar a coleta da água para exame posterior.
     A partir dessa realidade captada nas quatro regiões é que os 600 domicílios de cada setor, vão sinalizar onde existe maior prevalência do mosquito da dengue. Os indicadores apurados servirão para apontar quais tipos de trabalhos deverão ser implementados no próximo ano. 
     Na sexta-feira, os agentes de vetores estiveram visitando setores das regiões Norte e Oeste, compreendendo parte do Parque Leporace, Portinari e Jardins Pulicano, Martins, Palmeiras e adjacências. A limpeza frequente dos imóveis e caixas d’água, não deixando água parada em pneus, vasos de plantas, garrafas ou outros recipientes são práticas que precisam ser mantidas. 

Vigilância notifica proprietários de mais de 360 terrenos para a limpeza dos lotes

 DSC 8193
     A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, notificou proprietários de 364 terrenos vagos na cidade para que efetuem a limpeza de seus lotes. O edital, contendo a relação dos nomes, lotes e bairros, foi publicado na edição do último sábado, do Diário Oficial do Município e poderá ser consultado pelo site da Prefeitura, no link https://www.franca.sp.gov.br/arquivos/diario-oficial/documentos/2120-10092022.pdf .
     Os donos dos terrenos localizados em centenas de bairros da cidade, entre eles, João Liporoni, Noêmia, Aeroporto 3, Jardim Dermínio, Primo Meneghetti, Residencial Palermo, Santa Bárbara, Residencial Amazonas, Santa Cruz Jardim Pulicano, Tropical, Vera Cruz, dentre outros, terão prazo de 15 dias para providenciarem a limpeza, a partir da data da publicação. O não cumprimento acarretará em aplicação de multa (R$ 503,72) e, caso a limpeza seja executada pela Secretaria de Meio Ambiente, o interessado deverá desembolsar também o valor de R$ 0,064 da Unidade Fiscal do Município de Franca (UFMF), que este ano está em R$ 71,96, por metro quadrado do imóvel, conforme determina a legislação em vigência. 
     Para um terreno de 200 metros quadrados, caso a pessoa não cumpra o prazo estabelecido pela notificação emitida pela Vigilância e o terreno seja limpo pela Prefeitura, deverá efetuar o pagamento de cerca de R$ 1.424,80 mil, referentes a multa e a limpeza efetuada. 
     Esse ano, segundo a Vigilância Ambiental, foram notificados 3.834 terrenos no município.

Vigilância divulga programação de nebulização da semana

 MVI 0299.MP4.00 00 02 28.Quadro001
     A Vigilância Ambiental divulgou nesta sexta-feira, a programação da nebulização (fumacê), que será realizada nesta semana, começando a partir desta segunda-feira, com a ação preventiva de orientação e visitas dos agentes de controle de vetores. Com 5.787 casos da doença registrados na cidade até a última sexta-feira, é preciso que as pessoas continuem atentas, realizando limpezas periódicas em suas casas e eliminando todo tipo de água parada.
    De acordo com o cronograma, nesta segunda-feira, haverá o trabalho de campo dos agentes nos Jardins Barão, Dr. Carrão (imediações do NGA) e Parque Santa Adélia. No dia seguinte, começando às 17h, está programada a nebulização, com a viatura percorrendo as ruas dos bairros mencionados. A orientação é para que as pessoas procurem deixar suas casas abertas e vedem as vasilhas com alimentos, inclusive dos animais.
 
Dias seguintes
 
Terça-feira, 19/7 – Visitas de campo dos agentes nos bairros Zanetti, Irineu Zanetti, na região Sul e quarta-feira, 20, nebulização pelas ruas a partir das 17h;
 
Quarta-feira, 20/7 – Ações de campo, dos agentes passando pelas residências no Jardim Cambuí e adjacências e no dia seguinte, 21, nebulização no final da tarde;
 
Quinta-feira, 21/7 – Os agentes farão as visitas nos domicílios com orientações gerais na Vila Martha e Residencial Paraíso e na sexta-feira, 22, a nebulização a partir das 17h.
 
Sexta-feira, 22/7 – Ações dos agentes nas residências dos bairros Vila Real, Jardim Flórida e Residencial Dourado, levando orientações, com a nebulização na segunda-feira, dia 19, a partir das 17h, pelas ruas dos bairros citados.

Prevenção à dengue e fumacê seguem nesta semana

 MVI 0295.MP4.00 00 01 16.Quadro001
     A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, prossegue com as ações de prevenção e combate à dengue na cidade, incluindo o 'fumacê' e atenderá nesta semana, 7 bairros de diferentes regiões da cidade.
     A programação prevê para o período de 12 a 18, deste mês, a visita casa a casa dos agentes de controle de vetores uniformizados e credenciados e  a nebulização, a partir das 17h, em parte do Recanto Elimar e Recanto Elimar II, Parque das Esmeraldas e Prolongamento do bairro, Jardim Brasilândia, Vila Nicácio e Vila Tótoli. Inicialmente é feito o trabalho de orientação pelos agentes da Vigilância, que anunciam no dia posterior, a nebulização, sempre a partir das 17h.
     Durante o 'fumacê', a orientação aos moradores é para que mantenham as portas, janelas e cortinas abertas para facilitar a entrada do inseticida no imóvel. As pessoas não deverão permanecer nas calçadas, com crianças e os animais de pequeno porte. 
     Se na residência, houver pessoas doentes ou acamadas, estas deverão ser mantidas no quarto, com as portas e janelas fechadas, permanecendo por 30 minutos depois do final da ação.
     Os moradores deverão guardar em local fechado ou cobrir, alimentos, água e utensílios de cozinha, roupas limpas e/ou penduradas no varal (mesmo molhadas), comedouros e bebedouros de animais e gaiolas de passarinhos. Retirar ou manter suspensas roupas de cama e toalhas de mesa.  
     Confira a programação do fumacê:
 
12/07 - Parte do Recanto Elimar e Recanto Elimar II 
13/07 -  Parque das Esmeraldas e Prolongamento do Parque das Esmeraldas
14/07 - Jardim Brasilândia
15/07  - Vila Nicácio
18/07 -  Vila Tótoli 

 

Casos e mortes
     Segundo a Secretaria de Saúde, foram confirmadas até o momento, 14 mortes por dengue, sendo que os óbitos mais recentes foram de 3 mulheres, com idades de 28, 66 e 73 anos, ocorridos nos dias 5, 8 e 21 de maio. Até esta segunda-feira, foram registrados 5.625 casos da doença. 

Prefeitura Municipal de Franca

Prefeitura de Franca: Trabalho e compromisso com você.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais